fbpx
Yes CFTV -

Qual treinamento os funcionários do seu posto de combustível devem ter para se proteger de assaltos?

Postos de combustíveis são locais abertos, vulneráveis e com alto fluxo de pessoas, tanto é que notícias de roubo a postos não param de chegar em jornais e pelas redes sociais

Diante disso, é necessário traçar planos de proteção e treinamento de funcionários já desde o início do empreendimento.

Quer aprender a evitar assaltos no seu posto? Aprenda neste texto quais métodos, práticas e aparelhos você e sua equipe devem usar para prevenir e lidar com assaltos no seu posto de gasolina.

MELHOR PREVINIR…

1- FUNCIONAMENTO DAS CÂMERAS Uma medida tradicional e eficaz para intimidar os ladrões é a instalação de câmeras de segurança. É uma ação simples, mas para eficácia da medida, os funcionários devem se atentar a alguns fatores:

– Quanto ao pleno funcionamento das câmeras de segurança;

– Avaliar se as áreas cobertas pela câmera estão sendo pertinentes para coibir e assistir assaltantes;

– Se a iluminação está correta para as imagens ou há áreas onde é necessário utilizar câmeras infravermelhas.

2 – MANUTENÇÃO DA ILUMINAÇÃO Além de ajudar na aparência no posto de combustível, a iluminação deve ser uma prioridade dos funcionários, pois, segundo a Polícia Militar, locais iluminados inibem a ação de bandidos, além de permitir a vigilância de funcionários e clientes. Também auxiliam na captação de imagens pelas câmeras de segurança.

3 – INFORMAR AO LADRÃO Isso mesmo! Seus funcionários devem estar atentos para informar os ladrões da melhor forma possível. Adesivos e placas com avisos de monitoramento, proteção de empresas de segurança, que o cofre não está presente na loja e outros, devem ser mantidos novos, secos e sempre a vista para inibir os bandidos logo quando forem visitar o posto para planejar o assalto. Para isso, informe seus funcionários sobre a importância das placas e adesivos de segurança e que qualquer dano a esse material deve ser informado para a troca o mais rápido possível.

4 – RETIRAR O DINHEIRO DO POSTO Uma das medidas mais importante da responsabilidade do funcionário é ficar com o mínimo de dinheiro no bolso e no caixa. Quando há muitos pagamentos com dinheiro, o caixa acumula valores muito elevados, o que no caso de um assalto, gera uma perda alta, além de incentivar o retorno dos bandidos para o posto.

Por isso, segundo recomendações da própria PM, deve-se realizar uma sangria de caixa. Ou seja, manter apenas em caixa o dinheiro previsto para trocos e outras operações de giro necessárias, o restante deve ser contabilizado e guardado em um local mais seguro, como um cofre com interfone para contato com os funcionários internos, controle de acesso e câmeras de segurança. Esse dinheiro pode ser transportado par ser guardado na conta bancária da empresa, se possível através empresas de segurança profissionais.

5 – MOVIMENTAÇÕES SUSPEITAS Ladrões costumam estudar os locais que pretendem assaltar, por isso uma das primeiras medidas para evitar delitos é treinar seus funcionários para identificar pessoas suspeitas. Trabalhadores devem estar alerta com as características de pessoas suspeitas, como duplas de motoqueiros e pessoas sondando a movimentação, em especial no período noturno e perto de datas festivas. Não se esqueça, funcionários devem sempre informar aos responsáveis, para que seja avaliada a situação nas imagens da câmera de segurança e verificada a possibilidade de repassar as imagens, descrição e a placa do veículo para a polícia militar.

6 – SEMPRE ALERTA E AMIGÁVEL Mostrar segurança no contato com os clientes demonstra que o funcionário está no controle da situação e preparado para qualquer eventualidade. Isso faz com que o suspeito pense duas vezes antes de agir.

7- A NOITE NO POSTO 24H Os trabalhadores de postos de combustível devem estar atentos aos sinais de perigo, em especial os do turno noturno, dado que a maioria dos assaltos a postos de combustível são noturnos. Neste sentido, é importante que:

– Independente do movimento, os donos de postos 24h mantenham um número de funcionários necessários para inibição e estabilização da situação;

– Os funcionários devem ser instruídos para evitar ao máximo se separarem, redobrarem a atenção e informarem qualquer movimentação suspeita.

O ASSALTO FOI ANUNCIADO!

Essa é a parte mais delicada da ação, tanto para o criminoso como para os trabalhadores do posto. Por isso, o mais importante é:

8- MANTER A CALMA informe seus funcionários sobre a importância de tentar manter a calma e agir friamente, tanto quanto possível. Treinamentos, são uma ótima maneira de tranquiliza-los na hora limite, pois instruem quanto aos possíveis atos dos bandidos e formas de como lidar com a situação de forma padrão, sabendo que posteriormente terá o apoio e a compreensão do seu chefe.

9- NÃO REAGIR Os assaltantes traçam um roteiro antes de cometer a ação e chegam extremamente ansiosos e muitas vezes sob o efeito de entorpecentes, sendo assim, quebrar o roteiro dos assaltantes os deixam inseguros e ainda mais ansiosos

10- NUNCA SE DEVE TENTAR FUGIR Estatisticamente, as fugas aumentam consideravelmente a possibilidade dos reféns serem baleados, pois isso desestabiliza os assaltantes e os condicionam a pensamentos limite, como tiros e outras ações violentas.

11- NÃO GRITE POR SOCORRO Sabemos que é instintivo, mas mesmo existindo a oportunidade de gritar por socorro, não é recomendável fazê-lo. Tal ação também pode ir contra o roteiro do assaltante e frequentemente desencadeia uma reação violenta.

12- NÃO COVERSE COM OS ASSALTANTES Seus trabalhadores devem saber que conversar com os assaltantes é um erro. Tentar dialogar pode parecer uma tentativa de assumir o controle da situação, o que também estressa os bandidos e pode desencadear em uma reação dos criminosos.

13- DEVAGAR E SEMPRE Após a vítima informar a necessidade de algum movimento, é necessário executar os atos de forma vagarosa e que demonstrem que não reagirá. Se seu funcionário, por exemplo, estiver na bomba do posto de combustível no momento da ação criminosa, não deve se movimentar bruscamente ao ser abordado, mas tentar fazer isso de maneira lenta e cautelosa.

14- OLHAR DIRETAMENTE PARA OS ASSALTANTES Não olhe nos olhos dos assaltantes, tal ação provoca nervosismo e possível truculência. Mas caso o funcionário perceba que o ladrão está entretido na atuação e se sinta relativamente seguro, para identificação dos criminosos é importante que, de forma discreta, tentem observar o máximo de informações possíveis, tais como descrição dos bandidos, placa da moto e forma de atuação.

15- NÃO NEGUE Caso os bandidos peçam dinheiro, não se deve negar a entregar, porque pode-se, de novo, escapar do roteiro planejado para o assalto e gerar violência. Com medidas como a sangria do caixa a quantia retirada deverá ser relativamente baixa.

16- BOTÃO DO PÂNICO Caso haja no seu estabelecimento, peça que apertem o Botão de Pânico, caso eles sintam que haja segurança para isso.

17- DEIXE OS IR EMBORA Jamais se deve seguir ou correr atrás do bandido, independentemente da circunstância. Deixe-os ir sem problemas. Instrua somente para, se for possível, seus funcionários observem qual o tipo de veículo que utilizaram na fuga e a placa.

18- DEPOIS, DISQUE 190 Após o ato, os funcionários devem imediatamente acionar a Polícia Militar para auxiliar na prisão dos assaltantes e depois seus superiores deverão ser informados para que tomem as medidas emergenciais.

19- FECHE O POSTO Até a chegada da polícia do corpo administrativo, o funcionamento do posto deve ser encerrado imediatamente.

20- PROVAS É importante que os trabalhadores prestem atenção em tudo ao redor e verifiquem se os ladrões não deixaram nenhuma prova que seja de valia para a polícia.

21- AÇÃO CONJUNTA E CENÁRIO DA CRIMINALIDADE: Verifique se há iniciativas de parceria, seja com a PM, com outros postos de combustível da região ou com moradores e comerciantes do bairro. Tal medida é importante porque os bandidos tendem a agir na mesma área e na mesma especialidade. Quanto mais informação sobre os furtos da vizinhança, mas fácil será agir contra os assaltantes.

Neste caso, havendo um assalto em seu posto, peça para que seus funcionários e outros presentes no incidente que descrevam os bandidos, qual a sua forma de atuação e quais objetos subtraídos e repasse para a sua rede. Quanto mais pessoas procurando pelos ladrões, mais chance de serem encontrados e que outros bandidos se sintam inibidos em assaltar.

TREINAMENTO EFETUADO COM SUCESSO!

Agora você sabe como reagir da maneira mais adequada no caso de um assalto no posto de combustível. E ai? Quais dessas medidas de segurança são adotadas pelo seu empreendimento? Suas câmeras segurança estão bem posicionadas?

A YES CFTV possui diversas linhas de produtos ideais para postos de combustível como câmeras de segurança, alarmes, cerca elétrica e controle de acesso.

Veja outros artigos do nosso blog e confira outros casos que podem ajudar a compreender melhor sobre segurança e CFTV. Veja também outras seções do site e descubra as vantagens de adquirir um Circuito Fechado de TV, com a Yes CFTV – Segurança eletrônica!

Yes CFTV – Segurança Eletrônica, QUEM CONHECE CONFIA!

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: