Yes CFTV -

Tag selecionada: Furtos

Mantenha a segurança do seu comércio na Black Friday

O mês de novembro chegou e com ele começam as promoções da Black Friday. De olho na melhoria das vendas, muitos comerciantes fazem ações e preços promocionais que atraem consumidores ansiosos que aproveitam o momento para já fazer as compras de final de ano.

Para quem não sabe, a Black Friday surgiu nos Estados Unidos e acontece na 4ª sexta-feira do mês de novembro, geralmente após o feriado de ação de graças, onde os lojistas dão até 70% de desconto em produtos que estão em seus estoques. Aqui no Brasil, muitas lojas do varejo fazem promoção durante todo mês e não apenas da sexta-feira especial.

Segurança com o melhor custo/benefício

As promoções atraem um maior fluxo de pessoas dentro do comércio, com isso, aumenta também os riscos de roubos, furtos e ações de vandalismo. Sua loja está segura para essa data? Pensando na segurança do seu patrimônio, a Yes CFTV também está com preços imperdíveis para esse mês. Alarmes, câmeras e manutenção com condições especiais.

A Yes CFTV é uma empresa especializada em segurança eletrônica e está há 23 anos no mercado trazendo soluções inteligentes e SEM MENSALIDADES para seu maior custo/benefício. Nosso sistema de CFTV (circuito fechado de televisão) permite que você acompanhe tudo que acontece na sua loja de qualquer lugar do mundo, através de smartphone, tablet ou computador. Evite prejuízos!

Agende agora mesmo uma visita gratuita com um de nossos consultores comerciais (31) 3377-2913 ou 98309-9151 (Whatsapp).

Nossas linhas completas;

Alarmes

– Câmeras de segurança

– Cerca elétrica

– Concertina

– Controle de acesso

– Interfones

– Vídeo porteiro

Quer ficar por dentro das nossas dicas de segurança, promoções e lançamentos? Acesse nossas redes sociais (Facebook e Instagram)

Yes CFTV – Quem conhece, confia! 

Crimes e roubos a pedestres diminuem em Belo Horizonte em 2017

A presença da guarda municipal nas linhas de ônibus de Belo Horizonte vem diminuindo os crimes cometidos nos veículos. De acordo com a Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Patrimonial (SMSEG), de janeiro, quando a Operação Viagem Segura entrou em vigor, a abril deste ano, as ocorrências tiveram queda de 18,7%. O secretário de segurança Cláudio Beato também ressaltou a diminuição nos roubos a transeuntes e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Porém, as ocorrências em postos de saúde tiveram alta de 28,87%.

O balanço do primeiro semestre da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) foi divulgado no fim da manhã desta segunda-feira durante uma coletiva de imprensa com a Secretaria Municipal de Assistência Social, Secretário Municipal de Saúde, Secretário Municipal de Segurança Pública e Secretária de Serviços Urbanos de BH.

Passageiros, cobradores e motoristas de ônibus da capital mineira, tiveram um pouco de alívio e segurança com a entrada em vigor da Operação Viagem Segura. Desde 16 de janeiro, com o objetivo de prevenir e reverter os elevados índices de assaltos. Segundo a SMSEG, a estratégia deu certo. Somente nos quatro primeiros meses deste ano, a queda foi de 18,7%. De janeiro a junho, foram 3.612 pessoas abordadas, 36 detidas, nove réplicas de armas e 31 armas brancas apreendidas.

A ação conta com 83 guardas municipais. Eles circulam nos coletivos que passam pelas avenidas Antônio Carlos, Nossa Senhora do Carmo, Cristiano Machado, Raja Gabaglia, Pedro I, Vilarinho, Padre Pedro Pinto, Santos Dumont e Paraná.

Outro ponto a ser comemorado é a diminuição no número de roubos a pedestres. Segundo a pasta, foram registrados 12.675 ocorrências no primeiro semestre deste ano, contra 15.082 no mesmo período de 2016, uma diminuição de 16%. “Belo Horizonte não está um paraíso, pelo contrário, ainda temos muita coisa para fazer e melhorar. Mas temos que ver que é a primeira vez que vem caindo os números (de violência) nas últimas décadas. E mais do que isso, comparativamente, BH em relação as outras capitais, ela é talvez a única que vem apresentando dados positivos em segurança”, afirmou Beato.

“A segurança funciona, a gente pode dizer, como uma ótica de mercado. A partir do momento em que você tem uma polícia atuando, a outra também passa a atuar de uma forma bastante intensa. Como estamos vendo a PM que também faz atividades de outra natureza que não as da guarda. Então, complementa muitas vezes de forma brilhante. Mas a guarda tem um tempo de atuação mais no campo preventivo, especialmente, no Centro da cidade, onde teve uma atuação mais intensa e onde caíram muitos dados de crimes contra o patrimônio”, completou.

Centros de saúde

Um desafio para a segurança será diminuir a violência nos centros de saúde. Dados divulgados pela secretaria mostram que de maio a 18 de julho deste ano, houve um aumento nas ocorrências registradas pela Guarda Municipal nesses locais. Foram 125 atendimentos em 2017, contra 97 no mesmo período do ano passado, o que representa uma alta de 28,87%. As maiores altas foram nos crimes de ameaça, que saiu de 11 para 20, pertubação do trabalho ou sossego alheios, de 7 para 22, dano, de 10 para 16, furto qualificado, de 9 para 10, e atrito verbal, de 3 para 7. Em contrapartida, as ocorrências nas UPAs tiveram diminuição de 36,96%.

Depois de cobrança de funcionários e pacientes das UPAs, desde 18 de julho, as unidades passaram a ser patrulhadas por guardas municipais. Uma das formas de aumentar a vigilância nos imóveis são com tecnologia. “Depende de recursos, é um grande desejo nosso ampliar as formas de vigilância, não somente através de guardas, mas também com segurança eletrônica de câmeras e alarmes. Isso está o nosso horizonte de planejamento”, diz Beato.

Quer ficar tranquilo e ter sua residência protegida, entre em contato conosco. Temos soluções ideais para sua residência e seu negócio. Entre em contato no número (31) 3377-2319.

Hospitais públicos terão câmeras de segurança a partir de agosto

No próximo mês de agosto, os hospitais públicos de vários estados terão câmeras e catracas biométricas. A intenção é adotar um sistema mais rígido de segurança e controle de entrada e saída de servidores e usuários nas 18 unidades hospitalares e ainda nos anexos da Secretaria Estadual da Saúde, segundo o governo.

Com o novo sistema, o governo também pretende aumentar o controle sobre a jornada de trabalho e os plantões dos servidores, garantir mais segurança aos usuários e aos acompanhantes e uma maior fiscalização sobre a quantidade de refeições servidas.

A presença de muros e cercas auxiliam igualmente a dar um upgrade na segurança, pois já dá aquela primeira camada de proteção, inibindo a entrada de pessoas estranhas. Essas são algumas medidas básicas, entretanto não são o bastante para assegurar a segurança do ambiente.

A utilização de câmeras de segurança é um dos procedimentos mais responsáveis pela melhora da segurança de um lugar. As câmeras proporcionam a possibilidade de visualizar quem pode estar entrando e como essa pessoa foi capaz de entrar em um certo local. Qualquer ação realizada por esse intruso no local pode ser gravado pela câmera de segurança, o que ajuda na identificação do indivíduo e sua possível apreensão e punição posteriormente.

As câmeras de segurança podem e devem ser utilizadas não apenas em momentos nos quais uma empresa está fora do período comercial, ou seja, deve funcionar também em horários em que existam funcionários naquele ambiente, o que possibilita ter um controle maior e mais efetivo sobre tudo que ocorre à empresa nos períodos de circulação mais intensa.

A utilização de câmeras de segurança pode ser feita em qualquer ambiente, como em um estabelecimento comercial, como uma loja de roupas, por exemplo. A instalação de câmeras possibilita a verificação das atividades que os funcionários estão realizando no horário de trabalho e mais ainda sobre o que os consumidores desse estabelecimento fazem nesses lugares, diminuindo sensivelmente a quantidade de roubos e furtos.

Quer ficar tranquilo e ter sua residência protegida, entre em contato conosco. Temos soluções ideais para sua residência e seu negócio. Entre em contato no número (31) 3377-2319.

10 dicas de segurança para supermercados

Você sabia que quase 60% dos comerciantes dizem que já foram vítimas de roubo em Belo Horizonte e que metade deles à mão armada? Em 37,4%, o furto de mercadorias é o maior problema. Dentre elas, bebidas alcoólicas, carnes e azeites são os itens mais visados. Quer deixar seu supermercado, seu comércio,  em segurança? Fizemos uma lista especial com 10 dicas vão te ajudar a proteger seu negócio.

Instalação de sistema de segurança eletrônica: Monitorar tudo que acontece dentro do estabelecimento é de extrema importância. Instalar câmeras no estoque, corredores, caixas, entrada e saída é fundamental. A instalação de alarmes também auxilia na inibição de arrombamentos e invasão. Hoje a tecnologia permite monitorar tudo via internet e armar e desarmar os alarmes pelo celular.

Equipe de Gestão de Perdas: Independente do tamanho, é necessário ter uma equipe de gestão de perdas, para documentar os processos, auditá-los e acompanhar as melhorias a serem implementadas na gestão da empresa. Seja uma pessoa ou um grupo, assumir esta necessidade é o primeiro passo para que o problema seja enfrentado de frente.

Controle das vendas: Avaliar os maiores focos de erro junto aos operadores de caixa e muitos outros cuidados e treinamentos que precisam ser executados junto à equipe de frente de caixa para evitar erros e fraudes.

Acompanhe a validade dos produtos, especialmente os perecíveis: Fazer um controle via sistema da validade dos produtos na entrada já pode ser um bom começo. Administrar os prazos de validades dos lotes dentro do depósito é algo que precisa ser implementado como uma das primeiras tarefas.

Conferência no recebimento de mercadorias: Um bom processo de negócios e um completo sistema de gestão são imprescindíveis para que essa etapa seja perfeitamente controlada.

Gerenciamento de estoques: Toda a gestão dos estoques da empresa, desde o momento da compra, passando pela armazenagem e pela reposição da mercadoria nas áreas de vendas, deve ser controlada muito de perto para evitar excessos e movimentações desnecessárias que em geral geram perdas.

Controle de devoluções e trocas de clientes e devoluções e trocas para fornecedores: A gestão das perdas começa por controles em todas as pontas da cadeia de abastecimento.

Gestão da informação: Dar maior importância ao que se lança nos controles dos sistemas da empresa, garantindo que a informação disponível para os gestores esteja sempre com a qualidade necessária para a correta tomada de decisão. Correta definição do Mix de Mercadorias: Analisar as curvas ABC de estoques, rentabilidade e vendas, evitando estoques excessivos de produtos pouco representados, que acabam se transformando em perdas.

Gestão de Movimentações Internas: Garantir que toda a movimentação de itens dentro da empresa está controlada (mesmo que seja entre departamentos). Cada departamento deve ter o seu controle de perdas individualizado, controlado e auditado.

Gostou? Clique aqui e confira outras dicas e notícias sobre segurança. 

Conheça também as nossas redes sociais (Facebook, Instagram, Linkedin)