Yes CFTV -

CFTV digital ou analógico? Entenda as diferenças!

Um bom síndico está sempre preocupado com a segurança de seu condomínio. Porém, é comum existirem dúvidas sobre o CFTV (Circuito Fechado de Televisão) e em qual modelo investir, já que o mercado oferece dois sistemas distintos: o analógico e o digital.

O Circuito Fechado de Televisão já é considerado essencial para a segurança de condomínios e, atualmente, tem sido bastante utilizado também em empresas e residências, trazendo mais tranquilidade em meio ao crescimento da violência.

E se você pretende implantar em seu condomínio, mas ainda tem dúvidas e deseja entender melhor as diferenças entre o CFTV digital e analógico, acompanhe o post de hoje e saiba em qual sistema investir!

Qualidade de Imagem

O sistema analógico, por utilizar câmeras de segurança analógicas, possui uma qualidade de imagem inferior ao sistema digital, o que não significa que seja um sistema de baixa qualidade. Trata-se de um bom sistema e bastante utilizado.

Já o sistema digital utiliza câmeras mais modernas e, em razão da superioridade da imagem, tem atraído cada vez mais consumidores. As vantagens vão desde a possibilidade de tratamento e edição das imagens ao reconhecimento facial. Por isso, é um sistema que tem se expandido bastante.

Eficiência

O mundo digital, de modo geral, veio para aprimorar as tecnologias já existentes, o que não poderia ser diferente no CFTV.

Enquanto o sistema analógico apresenta falhas, como possíveis interferências e ruídos externos, o digital se mostra mais eficiente, minimizando tais problemas.

Além disso, ao utilizar protocolos de comunicação TCP/IP com redes mais organizadas, o sistema digital permite o gerenciamento de múltiplos sistemas, com utilização de várias câmeras de segurança de alta resolução, com gravação simultânea.

Segurança

Em relação à segurança, o sistema digital também possui características interessantes, como a possibilidade de se utilizarem senhas para acesso às imagens gravadas, além de autenticação e criptografia dos dados.

Essa tecnologia também permite que você acompanhe em tempo real o que acontece no condomínio, de onde estiver, por meio da internet, além de possibilitar a integração de sensores de movimento, alarmes e outros mecanismos de segurança.

Viabilidade financeira

Por tratar-se de uma tecnologia nova, o sistema digital possui um custo inicial mais alto quando comparado ao analógico. Diante de todas as vantagens apresentadas, esse é o seu maior ponto negativo.

O valor mais acessível das câmeras de segurança e equipamentos analógicos faz com que esse sistema ainda persista em muitos condomínios e empresas. Entretanto, é preciso ressaltar que a maior propensão a falhas faz com que o gasto com reparos e assistência técnica sejam maiores nesse sistema. Portanto, a longo prazo o sistema digital mostra-se mais econômico.

Administrar um condomínio não é uma tarefa fácil. A preocupação com segurança é sempre recorrente na vida de um síndico, especialmente diante do crescimento da violência e recorrentes assaltos. Assim, é importante investir de forma eficiente em soluções que aumentem a segurança e reduzam a probabilidade de crimes.

Com isso, após conhecer as principais diferenças entre os sistemas analógico e digital de CFTV, você já é capaz de fazer uma escolha consciente e que se adeque às necessidades e realidade de seu prédio.

E quanto à portaria? Você possui dúvidas sobre como estruturá-la? Entenda o que considerar para criar uma portaria ideal para seu condomínio, tornando-o muito mais seguro!

Equipe Yes CFTV

%d blogueiros gostam disto: